A transição do cuidado às condições crônicas face ao planejamento municipal regionalizado

Vilma Constancia Fioravante dos Santos, Rosane Machado Rollo, Camila Luana Oliveira Reuter, Kamila da Silva Pena, Deise Lisboa Riquinho, Adriana Roese Ramos

Resumo


Objetivo: Analisar as possibilidades da transição do cuidado diante da problemática do adoecimento crônico face à necessidade do
planejamento municipal regionalizado.
Métodos: Estudo exploratório de abordagem qualitativa, realizado entre o segundo semestre de 2014 e o primeiro semestre de 2015,
em uma Região em Saúde do Rio Grande do Sul junto aos Coordenadores da Atenção Primária em Saúde. A análise dos dados se deu
por categorização temática.
Resultados: As categorias temáticas identificadas foram: “A relação entre os municípios da Região em Saúde e o planejamento
em saúde”, “Fluxo Organizacional de atendimento ao adoecido crônico” e “A gestão do cuidado na rede de atenção: o movimento de
atender a demanda dos adoecidos crônicos”.
Conclusões: Demonstra-se a persistência de entraves que afetam a atenção em saúde às Condições Crônicas Não Transmissíveis e se
refletem na trajetória do usuário entre os serviços de saúde, fragilizando o processo da transição do cuidado.
Palavras-chave: Cuidado transicional. Regionalização. Planejamento em saúde.


Palavras-chave


Cuidado transicional. Regionalização. Planejamento em saúde.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447