Acompanhamento por telefone como intervenção de enfermagem a pacientes em quimioterapia ambulatorial: revisão integrativa

Isadora Górski Moretto, Carolina Lélis Venâncio Contim, Fátima Helena do Espírito Santo

Resumo


Objetivo: Conhecer a produção científica sobre o acompanhamento por telefone feito pelo enfermeiro junto a pacientes oncológicos
em quimioterapia ambulatorial.
Método: Revisão integrativa de artigos disponíveis nas bases de dados LILACS e BDENF/BVS, MEDLINE/PubMed, CINAHL e Scopus
utilizando os descritores: “Drug Therapy”, “Antineoplastic protocols”, “Antineoplastic agents”, “Telemedicine”, “Telenursing”, “Telephone” e
variações, nas bases CINAHL e Scopus, publicados nos últimos 5 anos.
Resultados: Foram identificados 19 artigos com as seguintes temáticas: Gerenciamento e controle dos sintomas; Avaliação da
qualidade de vida relacionada à saúde; Capacidade de autoeficácia; Apoio emocional, Estresse do Cuidador e Satisfação do paciente.
Conclusões: Estratégias e métodos de acompanhamento de pacientes em quimioterapia ambulatorial são viáveis e efetivos, sendo
amplamente utilizados, principalmente nos Estados Unidos da América e na Ásia. O enfermeiro deve identificar métodos compatíveis
e centrados no paciente de acordo com sua realidade institucional.
Palavras-chave: Protocolos antineoplásicos. Telemedicina. Telefone. Enfermagem oncológica.


Palavras-chave


Protocolos antineoplásicos. Telemedicina. Telefone. Enfermagem oncológica.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447