A percepção de profissionais da saúde de um hospital sobre a violência contra as mulheres

Letícia Becker Vieira, Stela Maris de Mello Padoin, Maria Celeste Landerdahl

Resumo


Estudo descritivo qualitativo que objetivou conhecer percepções de profissionais de saúde acerca da violência contra a mulher. O cenário foi um hospital de ensino no sul do Brasil. Os sujeitos da pesquisa foram 16 profissionais de saúde do Centro Obstétrico e Pronto Socorro. A coleta dos dados realizou-se em abril/maio de 2008, a partir de vinheta e entrevista semi-estruturada. As informações foram organizadas e estruturadas por meio da análise temática. Nos resultados emergiram duas categorias: a necessidade de diálogo para identificar a violência e encaminhar a situação e a gravidade do fenômeno da violência e suas limitações. Aponta-se a necessidade de criação de espaços de co-responsabilização dos serviços de saúde e de qualificação profissional. Recomenda-se investimentos na educação para desconstruir a cultura machista que reforça as desigualdades de gênero, existentes em nossa sociedade que naturaliza e, de certa forma, autoriza comportamentos violentos.


Palavras-chave


Violência contra a mulher; saúde da mulher; pessoal de saúde

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447