Sepse e IAM: conhecimento da população frequentadora de parques e acompanhantes de pacientes

Miriane Melo Silveira Moretti, Janete de Souza Urbanetto, Amanda Peres do Nascimento, Ariane Goulart Rodrigues, Débora Raquel da Silva, Thaís Ramos, Vanessa Rockenbach

Resumo


Objetivo: Identificar o conhecimento da população referente aos termos “sepse” e “infarto
agudo do miocárdio” (IAM).
Método: Estudo transversal, quantitativo. Coleta de dados realizada com aplicação de um
questionário, para dois grupamentos de participantes distintos: frequentadores de parques
selecionados de Porto Alegre/RS e acompanhantes de pacientes internados em um hospital
universitário de Porto Alegre/RS. A análise dos resultados foi realizada pela estatística
descritiva e inferencial.
Resultados: A amostra constitui-se de 1986 entrevistados, 1455 de parques e 531
acompanhantes de pacientes internados no hospital. Em relação ao conhecimento de sepse,
apenas 19,1% dos entrevistados já tinham ouvido falar sobre o tema, já, em comparação ao
conhecimento do IAM, 98,7% souberam responder sobre o termo.
Conclusões: Evidenciou-se que o déficit de conhecimento da população sobre o termo
“sepse” está diretamente relacionado com o nível social dos entrevistados, demonstrando um
déficit no acesso à informação no cuidado em saúde.
Palavras-chave: Sepse. Educação em saúde. Conhecimento. População. Infarto do
miocárdio.


Palavras-chave


Sepse. Educação em saúde. Conhecimento. População. Infarto do miocárdio.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447