Transição de cuidados para o domicílio na perspectiva de pais de filhos com leucemia

Fernanda Machado Silva-Rodrigues, Caroline Souza Gomes Bernardo, Willyane de Andrade Alvarenga, Danielle Castro Janzen, Lucila Castanheira Nascimento

Resumo


Objetivo: Descrever as experiências de pais de crianças e adolescentes com leucemia quanto
à transição de cuidados do hospital para o domicílio.
Método: Estudo qualitativo, descritivo, realizado com nove mães e dois pais, em um hospital
público pediátrico de São Paulo–SP. Os dados foram coletados por meio de entrevistas
semiestruturadas, de maio de 2016 a janeiro de 2017, organizados no software Atlas.ti 7® e
submetidos à análise de conteúdo indutiva. Adotou-se a Teoria das Mudanças como
referencial teórico.
Resultados: A categoria central foi “A volta para casa: apropriando-se de uma nova
realidade”, composta de três subcategorias: apreensão com a nova realidade de cuidados;
impacto imediato das mudanças; e implementação do plano de orientações.
Conclusão: A transição para o domicílio fez com que os pais tivessem que se adaptar à nova
e complexa realidade de cuidados. Melhorias no planejamento e sistematização da primeira
alta mostram-se necessárias.
Palavras-chave: Enfermagem pediátrica. Enfermagem oncológica. Alta do paciente. Cuidado da
criança. Cuidadores.


Palavras-chave


Enfermagem pediátrica. Enfermagem oncológica. Alta do paciente. Cuidado da criança. Cuidadores.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447