Cuidado de enfermagem às pessoas com transtorno de personalidade borderline na perspectiva freireana

Emanueli Carly Dall Agnol, Silvania Garcia Meazza, Andréa Noeremberg Guimarães, Carine Vendruscolo, Ana Karolliny Testoni

Resumo


Objetivo: Compreender, sob a perspectiva ética de Freire, o cuidado de enfermagem às
pessoas com transtorno de personalidade borderline.
Métodos: Pesquisa qualitativa cuja produção das informações foi realizada de maio a junho
de 2016, em duas unidades de internação psiquiátrica. Foram entrevistados sete enfermeiros e
oito técnicos de enfermagem. As informações foram analisadas à luz do referencial de Paulo
Freire.
Resultados: Emergiram as categorias: 1) Acolhimento e relacionamento terapêutico como
instrumentos para fortalecimento de vínculo; e 2) Terapia medicamentosa e contenção:
interface entre proteção, estabelecimento de limites e outros desafios para o cuidado.
Conclusões: Os cuidados de enfermagem envolveram tecnologias relacionais, administração
de medicamentos e contenção mecânica. Foram referidas dificuldades para lidar com pessoas
com esse transtorno. A maneira de cuidar da enfermagem, embora ainda permeada por alguns
preconceitos, passa por ideários contidos nos pressupostos éticos que operam à luz da obra de
Freire.
Palavras-chave: Enfermagem. Saúde mental. Transtorno da personalidade borderline.
Comunicação. Educação continuada.


Palavras-chave


Enfermagem. Saúde mental. Transtorno da personalidade borderline. Comunicação. Educação continuada.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447