Notificação de eventos adversos: caracterização dos eventos ocorridos em um complexo hospitalar

Aline Cristina Andrade Furini, Altacílio Aparecido Nunes, Maria Eulália Lessa do Valle Dallora

Resumo


Objetivo: Analisar as notificações de incidentes relacionados à segurança do paciente.
Métodos: Estudo transversal com abordagem quantitativa, baseado nos dados do
Gerenciamento de Risco de um complexo hospitalar, localizado no noroeste paulista, de
agosto/2015 a julho/2016.
Resultados: Foram analisadas 4.691 notificações. O enfermeiro foi a categoria profissional
que mais notificou (71%), seguido do médico (8%). O período mais frequente em que
ocorreram as notificações foi o diurno. Houve diferença significativa da proporção de
notificações entre os dias da semana. As notificações foram classificadas por motivo, com
destaque para os medicamentos (17%), seguido de lesões de pele (15%) e flebite (14%). A
maior frequência de notificações ocorreu nas unidades de Internação. Quanto à gravidade 344
eventos ocasionaram dano ao paciente, sendo a maioria de intensidade leve (65%).
Conclusão: As notificações espontâneas são uma importante fonte de informações e
evidenciam a magnitude do problema relacionado aos incidentes em saúde.
Palavras-chave: Notificação. Segurança do paciente. Qualidade da assistência à saúde.


Palavras-chave


Notificação. Segurança do paciente. Qualidade da assistência à saúde.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447