Infecção de cateter vascular central em pacientes adultos de um centro de terapia intensiva

Shana Marques Netto, Isabel Cristina Echer, Nádia Mora Kuplich, Ricardo Kuchenbecker, Flavia kessler

Resumo


Estudo observacional prospectivo que teve o objetivo de descrever as características clínicas relacionadas a infecção de cateter vascular central em pacientes adultos submetidos a  terapia intensiva  de um hospital universitário Porto Alegre/RS em  2007. A taxa de infecção associada a cateter foi 3,57‰ cateteres-dia, tendo havido 43 infecções envolvendo 37 pacientes. A idade média desses pacientes foi 58,6 anos e infecção em outro sítio ocorreu em 86,5% dos casos. O tempo médio entre inserção do cateter e infecção foi 11 dias, e entre a internação no centro de terapia intensiva e o diagnóstico da infecção 18 dias. Cinco apresentaram sepse associada ao cateter, 24 receberam tratamento para a infecção associada ao cateter e 33 apresentaram febre. Vinte e um morreram durante a internação, 12 deles por septicemia. A alta prevalência de infecção em outro sítio e a alta mortalidade evidenciam o desfecho desfavorável desses pacientes críticos.  


Palavras-chave


Infecção hospitalar; Cateterismo venoso central; Unidades de terapia intensiva; Fatores de risco

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447