Reações adversas no dia zero do transplante de células-tronco hematopoéticas: revisão integrativa

Talita Wérica Borges Figueiredo, Nen Nalú Alves das Mercês, Mariana Bertotti Mendes Nunes, Marilene Loewen Wall

Resumo


Objetivo: Identificar as reações adversas ligadas à infusão de células-tronco hematopoéticas
no dia zero do transplante de células-tronco hematopoéticas.
Método: Revisão integrativa da literatura, sem recorte temporal, a partir de fontes de
informação: PubMed, CINAHL, SCOPUS, BVS, SciELO, Web of Science e CAPES; a
amostra final foi constituída por dezoito artigos científicos, publicados entre 1998 e 2017,
com base nos critérios de inclusão e exclusão.
Resultados: Reações adversas leves e moderadas foram mais frequentes nos estudos que
utilizaram a classificação por severidade, sendo náusea e êmese as de maior incidência; os
sistemas orgânicos mais afetados foram o cardiovascular, respiratório e gastrointestinal.
Conclusões: As principais reações adversas identificadas nos estudos foram náusea e êmese.
As classificadas como leves e moderadas foram as mais frequentes nos estudos que utilizaram
a classificação por severidade; e os sistemas cardiovascular, respiratório e gastrointestinal
foram os mais afetados naqueles que utilizaram a classificação por sistemas orgânicos.
Palavras-chave: Transplante de células-tronco hematopoéticas. Células-tronco
hematopoéticas. Enfermagem. Revisão.


Palavras-chave


Transplante de células-tronco hematopoéticas. Células-tronco hematopoéticas. Enfermagem. Revisão.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447