A integralidade no cotidiano de trabalho na estratégia saúde da família

Luciane Prado Kantorski, Vanda Maria da Rosa Jardim, Denise Bermudez Pereira, Valéria Cristina Christello Coimbra, Michele Mandagará de Oliveira

Resumo


O presente trabalho faz parte de uma pesquisa de avaliação do Programa de Expansão e Consolidação da Saúde da Família (PROESF). Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa, desenvolvido em uma unidade de saúde da família considerada como experiência bem sucedida em relação à organização para o cuidado integral, localizada em um município de médio porte. Neste artigo procurou-se abordar a integralidade do cuidado com ênfase no trabalho da equipe multiprofissional, objetivando identificar, no cotidiano das práticas, as potencialidades e limites para viabilizar a integralidade. Os instrumentos utilizados foram entrevistas semi-estruturadas com oito integrantes das equipes e observações registradas em diário de campo. Verificou-se a existência de práticas alternativas que fogem ao modelo tradicional, consideradas como potencializadoras da integralidade. Entretanto, também foram apontados obstáculos à integralidade, como dificuldade de acesso dos usuários a determinadas especialidades e inexistência de acolhimento no serviço.


Palavras-chave


Assistência Iintegral à Saúde; Programa Saúde Família; Políticas Públicas de Saúde.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447