Avaliação de indicadores e vivências de prazer/sofrimento em equipes de saúde da família com o referencial da Psicodinâmica do Trabalho

Cecília Helena Glanzner, Agnes Olschowsky, Daiane Dal Pai, Juliana Petri Tavares, Deisi Angélica Hoffman

Resumo


Objetivo: Avaliar indicadores e vivências de prazer e sofrimento entre trabalhadores que atuam em equipes de Saúde da Família a partir do referencial teórico-metodológico da Psicodinâmica do Trabalho.

Método: Trata-se de estudo de método misto com 153 trabalhadores da equipe multiprofissional de Saúde da Família de 12 Unidades de Saúde de Porto Alegre que responderam a Escala de Indicadores de Prazer e Sofrimento no Trabalho entre setembro e novembro de 2011, destes, 68 participaram das entrevistas coletivas que ocorreram entre outubro e dezembro de 2012. Dados quantitativos foram submetidos à estatística descritiva e analítica, dados qualitativos à análise de conteúdo.

Resultados: Os fatores realização profissional (4,22±1,3), liberdade de expressão (4,21±1,17) e reconhecimento (1,80±1,51) foram considerados satisfatórios pelos trabalhadores.  O fator esgotamento profissional apresentou resultado moderado (3,33±1,44). Prazer no trabalho foi vinculado à realização profissional com autonomia, liberdade e criatividade. Falta de reconhecimento e sobrecarga de trabalho foram relacionados às questões institucionais, pessoais e da comunidade, consideradas fontes de sofrimento.

Conclusões: O prazer no trabalho das equipes estudadas está vinculado à liberdade de expressão, realização e reconhecimento profissional e, sofrimento se origina do esgotamento profissional e sobrecarga de trabalho.

Palavras-chave: Saúde do trabalhador. Trabalho. Satisfação no trabalho. Estratégia Saúde da Família.


Palavras-chave


Saúde do trabalhador. Trabalho. Satisfação no trabalho. Estratégia Saúde da Família.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447