Efeitos do trabalho em turnos na saúde do trabalhador: revisão sistemática

Karine Kummer Gemelli, Eunice Fabiani Hilleshein, Liana Lautert

Resumo


Este estudo visa, por meio de uma revisão sistemática da literatura, descrever o efeito do trabalho em turnos na saúde do trabalhador. Foram utilizados os descritores “risco ocupacional”, “saúde ocupacional” e “trabalho em turnos” para publicações entre 2000 e 2007, disponíveis

on-line. Foram selecionadas publicações das bases Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE) – associou-se Trabalho em Turnos e Risco Ocupacional e o primeiro com Saúde Ocupacional – e Scientific Eletronic Library Online (SciELO) – descritores foram usados isoladamente. Dos 117 artigos capturados, 37 foram incluídos, sendo 91,7% em inglês, 70,3% estudos transversais, 18,9% corte e 10,8% caso controle. As investigações abordam alterações cardiovasculares (24,4%), qualidade do sono e estado de alerta (17,7%), alterações metabólicas (13,3%), entre outros. Algumas pesquisas não associaram alterações da saúde dos trabalhadores ao trabalho em turno.


Palavras-chave


Trabalho em turnos; Saúde do trabalhador; Riscos ocupacionais.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447