Estratégias de atendimento em saúde mental nas unidades básicas de saúde

Juliana Reale Caçapava, Luciana De Almeida Colvero

Resumo


Este estudo pretende conhecer as estratégias de atendimento em saúde mental na Atenção Básica e a maneira como se articulam os serviços de saúde de uma determinada região do município de São Paulo, para produzirem o cuidado ao usuário em sofrimento psíquico. Realizamos entrevistas semi-estruturadas com os gerentes de cinco Unidades Básicas de Saúde. Estas entrevistas foram submetidas à análise de conteúdo do tipo temática. Os resultados mostram que as Unidades Básicas possuem estratégias semelhantes no atendimento de saúde mental à população, estruturando, a partir do acolhimento, o fluxo do usuário nos serviços. Quanto à configuração da rede assistencial, observamos dificuldades na articulação entre os serviços de saúde do território devido às barreiras de acesso à atenção especializada, o que propicia a emergência de crises psiquiátricas, a trajetória recorrente e freqüente do usuário ao serviço de emergência e uma lacuna na prestação do cuidado de saúde contínuo e global.


Palavras-chave


Saúde mental; Atenção primária à saúde; Serviços de saúde.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447