A vivência do cuidado no contexto da internação domiciliar

Cecilia Maria Brondani, Margrid Beuter

Resumo


O estudo teve como objetivo descrever e analisar as experiências dos cuidadores familiares de doentes crônicos em internação domiciliar. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, desenvolvida no Serviço de Internação Domiciliar do Hospital Universitário de Santa Maria (SIDHUSM), da qual participaram 15 cuidadores familiares. Para a produção dos dados utilizou-se o Método Criativo e Sensível e as dinâmicas de criatividade e sensibilidade: Linha da Vida, Corpo-Saber e Almanaque. Os dados foram analisados segundo os pressupostos conceituais da análise de discurso. Foram desvelados os seguintes temas: o cuidado como uma experiência inerente ao ser humano; a experiência de cuidado na situação de doença; o aprendizado com a experiência de ser cuidador. Os resultados apontaram para a necessidade da valorização das atividades de cuidado realizadas pelos cuidadores no domicílio e destacaram a internação domiciliar como uma modalidade de atenção humanizadora e inovadora que visa inverter a lógica de atuação dos profissionais de saúde.

Palavras-chave


Enfermagem; Assistência Domiciliar; Doença Crônica

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447