Necessidades de saúde das mulheres feirantes: acesso, vínculo e acolhimento como práticas de integralidade

Ana Hirley Rodrigues Magalhães, José Reginaldo Feijão Parente, Maria Adelane Monteiro da Silva, Ivna de Holanda Pereira, Maristela Inês Osawa Vasconcelos, Raquel Xavier Guimarães

Resumo


Objetivo: Analisar as necessidades de saúde das mulheres feirantes do Mercado Público de um município do Nordeste do Brasil.
Método: Estudo qualitativo, exploratório-descritivo, com quinze mulheres feirantes de um mercado público. A produção de dados incluiu entrevistas semiestruturadas, de abril a maio de 2016.
Resultados: Os dados foram analisados mediante a técnica análise de conteúdo, emergindo a seguinte categoria temática: “Necessidades de acesso aos serviços de saúde e práticas profissionais humanizadas”. As mulheres participantes do estudo destacaram a garantia do acesso, vínculo e acolhimento como práticas propulsoras para o reconhecimento das necessidades de saúde, enfrentamento do processo saúde-doença e integralidade do cuidado.
Conclusões: O acolhimento com identifi cação das necessidades e produção de vínculo contribuirá para que as feirantes se reconheçam como sujeitos de suas necessidades, fortalecendo sua autonomia, o empoderamento e o autocuidado.
Palavras-chave: Necessidades e demandas de serviços de saúde. Cuidados de enfermagem. Trabalho feminino. Assistência integral à saúde.


Palavras-chave


Necessidades e demandas de serviços de saúde. Cuidados de enfermagem. Trabalho feminino. Assistência integral à saúde

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447