As rupturas sociais e o cotidiano de pessoas em situação de rua: estudo etnográfico

Regina Célia Fiorati, Regina Yoneko Dakuzaku Carretta, Leonardo Martins Kebbe, Beatriz Lobato Cardoso, Joab Jefferson da Silva Xavier

Resumo


Objetivo: Conhecer os fatores geradores das rupturas das redes sociais de suporte, identificar o cotidiano e os projetos de vida de pessoas em situação de rua.
Método: Estudo etnográfico desenvolvido entre 2012 e 2013 em Ribeirão Preto-SP, Brasil. Quinze pessoas participaram do estudo. A coleta de dados foi realizada através de entrevistas de histórias de vida filmadas e de diário de campo. A análise foi realizada com base no referencial da Teoria da Ação Comunicativa de Habermas.
Resultados: Os resultados mostraram que iniquidades estão presentes há gerações passadas nas famílias e que o cotidiano é marcado por violência e morte, pobreza e exclusão, rupturas das redes sociais e isolamento, uso de álcool e outras drogas e doenças socialmente determinadas.
Conclusão: A situação de rua decorre de múltiplos fatores que se apresentam na organização social brasileira e de determinantes sociais que condicionam a vida e a saúde das pessoas em situação de rua.
Palavras-chave: Pobreza. Vulnerabilidade social. Iniquidade social. Determinantes sociais da saúde. Pesquisa qualitativa.


Palavras-chave


pobreza, vulnerabilidade social, iniquidades sociais, determinantes sociais da saúde, pesquisa qualitativa

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447