Conhecimento sobre síndrome da imunodeficiência humana de idosos de uma unidade de atenção ao idoso

Giovanna Gaudenci Nardelli, Bruna Stephanie Sousa Malaquias, Eliana Maria Gaudenci, Carolina Silva Ledic, Nayara Freitas Azevedo, Vitória Eugênia Martins, Álvaro da Silva Santos

Resumo


Objetivo: Análise do conhecimento de idosos acerca da síndrome e do vírus da imunodeficiência humana.
Métodos: Estudo descritivo, transversal e quantitativo envolvendo 457 idosos da Unidade de Atenção ao Idoso de Uberaba, Minas Gerais, durante 3 meses. Foram aplicados os instrumentos Mini Exame do Estado Mental e o questionário sobre o vírus da imunodeficiência humana para terceira idade e, para a análise, foram usadas medidas de frequência.
Resultados: A maioria dos participantes eram mulheres (74%), entre 60 a 69 anos (51%). O maior índice de acertos obteve a transmissão por agulhas 96,2% e o menor (45,3%), a transmissão pela picada de mosquito e se a pessoa com o vírus da imunodeficiência humana sempre apresenta sintomas (49,6%). 88,2% deles relataram nunca usar camisinha.
Conclusões: O nível geral de conhecimento pode ser considerado bom, respondendo ao nosso objetivo. No entanto, foram identificadas lacunas decorrentes da falta de campanhas voltadas exclusivamente para tal público, bem como na conscientização de profissionais.
Palavras-chave: HIV. Idoso. Vulnerabilidade em saúde. Enfermagem.


Palavras-chave


HIV; Idoso; Vulnerabilidade em saúde; Enfermagem

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447