Filosofia e marco conceitual: estruturando coletivamente a sistematização da assistência de enfermagem

Eudinéia Luz Schmitz, Susian Cássia Liz Luz, Francine Lima Gelbcke, Mario Ségio Bruggmann

Resumo


Objetivo: Construir, com os enfermeiros, a Filosofia de Enfermagem e o Marco Conceitual que servirão como suporte para a implantação da Sistematização da Assistência de Enfermagem em um hospital do Sul do Brasil.
Métodos: Pesquisa Convergente Assistencial. A coleta de dados ocorreu de julho a outubro de 2014, através de duas oficinas e quatro encontros, com 42 enfermeiros. Foram criados a filosofia de enfermagem, o marco conceitual e foi feita a escolha da teórica. Para análise de dados foi utilizada a proposta de Morse e Field.
Resultados: A filosofia envolve as crenças de: equipe de enfermagem; trabalho em equipe; cuidado holístico; excelência no atendimento; liderança/coordenação; equipe interdisciplinar, comprometimento. O marco conceitual traz os conceitos de: ser humano; enfermagem; assistência de enfermagem, cuidado seguro. A teórica definida foi Wanda de Aguiar Horta.
Conclusões: Trouxe como contribuição a construção da filosofia de enfermagem e do marco conceitual da instituição e a definição da teoria de enfermagem.
Palavras-chave: Filosofia em enfermagem. Processos de enfermagem. Educação em enfermagem. Teoria de enfermagem. Formação de conceito. Modelos teóricos.


Palavras-chave


Filosofia em Enfermagem; Processos de Enfermagem; Educação em Enfermagem; Teoria de Enfermagem; Formação de Conceito; Modelos Teóricos

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447