Representações sociais da violência contra mulheres rurais para um grupo de idosas

Maiara Carmosina Hirt, Marta Cocco da Costa, Jaqueline Arboit, Marinês Tambara Leite, Lilian Zielke Hesler, Ethel Bastos da Silva

Resumo


Objetivo: Compreender as representações sociais da violência contra mulheres rurais, na perspectiva de idosas, considerando geração e gênero como influência nesse agravo.

Métodos: Estudo qualitativo, fundamentado na Teoria das Representações Sociais. Realizado com 12 mulheres rurais idosas de um município do Rio Grande do Sul em julho e agosto de 2013.Os dados obtidos por meio de técnica projetiva e entrevistas semiestruturadas foram analisados através do referencial das Representações Sociais e análise de conteúdo.

Resultados: De um lado, as idosas representam a violência como distante, ancorada em atos extremos de agressão. Por outro, a representam como presente em suas relações, mostrando-se vulneráveis à dominação dos homens no contexto de vida e trabalho.

Conclusões: Revelou-se a invisibilidade da violência contra mulheres idosas no contexto rural, onde a figura masculina se sobrepõe à feminina.

Palavras-chave: Violência contra a mulher. Saúde da população rural. Idoso. Atenção primária à saúde. Enfermagem.


Palavras-chave


Violência contra a mulher. Saúde da população rural. Idoso. Atenção primária à saúde. Enfermagem.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447