Educar sexualmente os adolescentes: uma finalidade da família e da escola?

José Manuel Da Silva Vilelas Janeiro

Resumo


As alterações de famílias expandidas para nucleares, os avanços das mídias na influência de massas, os estilos de
vida pouco saudáveis dos adolescentes e os laços familiares enfraquecidos, mostram como a educação, nomeadamente
a sexual, se tornou necessária atualmente. Realizamos um estudo do tipo descritivo-correlacional, para analisar a
influência da família e da escola no processo de educação sexual dos adolescentes. A amostra foi composta por 109
sujeitos. Utilizamos um questionário para avaliação dos comportamentos e saúde sexual dos adolescentes, o Parental
Bonding Instrument e a Escala de Atitudes Sexuais. Os resultados mostraram que os adolescentes iniciaram as relações sexuais com uma idade de 14 anos. Os professores e os adolescentes consideravam que as famílias eram uma
fonte segura e suficiente de educação sexual. Estes dados sublinham a necessidade da escola e das famílias trabalharem
em conjunto com os adolescentes, proporcionando informações e habilidades para uma saúde sexual responsável
na adolescência.

Palavras-chave


Adolescente; Educação sexual; Instituições acadêmicas; Família.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447