Déficits de autocuidado em clientes com diabetes mellitus gestacional: uma contribuição para a enfermagem

Camila Landim Aparecida Pinheiro, Kallyne Moreira Pequeno Milomens, Maria Albertina Rocha Diógenes

Resumo


O diabetes mellitus gestacional pode ser controlado e suas complicações prevenidas, desde que as clientes envolvam-
se em ações de autocuidado. Objetivou-se identificar déficits de autocuidado em gestantes diabéticas e propor subsídios para o apoio-educativo a essas gestantes. Foi realizado um estudo descritivo com 12 gestantes cadastradas em uma instituição referência em diabetes e hipertensão em Fortaleza, Ceará, nos meses de abril a maio de 2007.
Utilizou-se entrevista semi-estruturada para a coleta das informações. A sua análise foi fundamentadas na Teoria
Geral de Enfermagem de Orem. Encontraram-se déficits de autocuidado relacionados à dieta, atividade física, sono
e repouso, e interação social. O enfermeiro deve atuar no apoio-educativo, avaliando a capacidade delas para o
autocuidado, e propondo ações que envolvam a família e programas de atividades grupais no serviço de saúde.

Palavras-chave


Diabetes gestacional; Autocuidado; Educação em saúde; Modelos de enfermagem.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447