Objeto e tecnologias do processo de trabalho de uma equipe itinerante em saúde mental

Adriane Domigues Eslabão, Leandro Barbosa de Pinho, Maria Alice Dias da Silva Lima, Márcio Wagner Camatta, Valéria Cristina Coimbra, Elitiele Ortiz dos Santos

Resumo


Objetivo: Analisar o objeto de trabalho e tecnologias do processo de trabalho de uma Equipe Itinerante de Saúde Mental na atenção aos usuários de drogas.

Métodos: Estudo de caso, qualitativo, desenvolvido em um município do Sul do Brasil. O referencial teórico foi o Processo de Trabalho em Saúde. Utilizou-se observação participante e entrevista semiestruturada com os profissionais de uma Equipe Itinerante no ano de 2015. Os dados foram analisados por meio da Análise de Conteúdo Temática.

Resultados: Na primeira categoria empírica – objeto de trabalho – o usuário é considerado como foco, trazendo novos desafios na relação da equipe com a rede. Na segunda categoria – tecnologias do processo de trabalho – são destacadas potencialidades e contradições dos instrumentos de trabalho da equipe.

Conclusões: de modo inovador, a Equipe Itinerante imprime novas possibilidades de cuidado ao usuário de drogas, ao tempo em que exige novos arranjos institucionais com a rede de saúde mental.

Palavras-chave: Saúde mental. Reforma dos serviços de saúde. Políticas públicas. Usuários de drogas.


Palavras-chave


Saúde mental. Reforma dos serviços de saúde. Políticas públicas. Usuários de drogas.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447