Representações sociais de enfermeiros que cuidam crianças sobre a sistematização da assistência de enfermagem

Carolina Sampaio de Oliveira, Moema da Silva Borges

Resumo


Objetivo: Conhecer as Representações Sociais de enfermeiros que cuidam de crianças hospitalizadas sobre a SAE. Método: Estudo qualitativo, descritivo e exploratório com base na Teoria das Representações Sociais, realizado em maio de 2015, com 45 enfermeiros que assistiam crianças de hospitais-escola de um município do Mato Grosso. Os dados foram coletados por meio de entrevista, e analisados com auxílio do software Alceste. Resultados: Foram encontrados dois eixos temáticos, o primeiro refere-se a dimensão do conhecimento localizando o tempo e o espaço de formação do conceito de SAE. O segundo, assinala a dimensão da prática, descrevendo a dinâmica assistencial nas clínicas e as dificuldades cotidianas.
Conclusão: As representações da dimensão do conhecimento não parecem suficientes para ancorar a prática assistencial, apontando a existência de importante discrepâncias entre as representações, ou seja, entre a valoração do saber e a qualidade do fazer cotidiano. Palavras-chave: Enfermagem. Processo de enfermagem. Cuidado da criança.


Palavras-chave


Enfermagem. Processo de enfermagem. Cuidado da criança.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447