Percepção de estudantes da educação básica sobre drogas: um olhar à luz de Merleau-Ponty

Isabel Silva de Jesus, Márcia Aparecida Ferreira de Oliveira, Vanessa Thamyris Carvalho dos Santos, Patrícia Anjos Lima de Carvalho, Luana Machado Andrade, Luma Costa Pereira, Lucas Queiroz Subrinho, Edite Lago da Silva Sena

Resumo


Objetivo: desvelar a percepção de estudantes da educação básica sobre drogas.

Métodos: Estudo fenomenológico fundamentado em Maurice Merleau-Ponty, realizado com 14 estudantes em escola do interior da Bahia, Brasil, por meio do Grupo Focal, entre abril e junho de 2013, os relatos foram analisados com base na Analítica da Ambiguidade.

Resultados: Foram apresentados em três categorias: senso comum e conhecimento científico ocupam locus opostos; droga vicia; o bem e o mal das drogas lícitas e ilícitas.

Conclusões: a percepção dos estudantes sobre as drogas entrelaçada ao conhecimento científico e, ao mesmo tempo colocando-a no centro do fenômeno, separando as lícitas como boas e ilícitas como más, aponta para a necessidade de medidas socioeducativas, entre educadores, estudantes e familiares, que visem descentralizar o lugar da droga no contexto em que o fenômeno acontece para que compreendamos a complexidade envolvida no tema.

Palavras-chave: Adolescente. Drogas ilícitas. Filosofia em enfermagem.


Palavras-chave


Adolescente. Drogas ilícitas. Filosofia em enfermagem.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447