A experiência de famílias rurais que permanecem em casas de apoio durante tratamento oncológico

Nara Marilene Oliveira Girardon-Perlini, Isabel Cristina Pacheco Van der Sand, Margrid Beuter, Bruna Vanessa Costa da Rosa

Resumo


Objetivo: Compreender a experiência de famílias rurais que permanecem em casas de apoio durante o tratamento oncológico de um familiar adulto.
Métodos: Pesquisa qualitativa fundamentada no Interacionismo Simbólico e na pesquisa narrativa. Participaram sete famílias rurais, 14 pessoas hospedadas em casas de apoio em Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil. Os dados obtidos por meio de entrevista, no período de novembro de 2010 a maio de 2011, foram analisados com ênfase no conteúdo.
Resultados: Os três temas abordados foram: casa de apoio como um local de referência para ficar, o cotidiano e a convivência na casa de apoio.
Conclusões: A experiência foi marcada pela necessidade da família adaptar-se a um contexto diferente do rural, com regras e rotinas específicas, com desconfortos e confrontos com características da cultura urbana e com o vivido por outras famílias também em situação de adoecimento, o que contribuiu para ressignificar a própria experiência.
Palavras chave: Enfermagem. Família. População rural. Neoplasias. Apoio social.


Palavras-chave


Família; População Rural; Neoplasias; suporte social

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447