Compreendendo a “alta em hanseníase”: uma análise de conceito

Mônica Gisele Costa Pinheiro, Francisco Arnoldo Nunes de Miranda, Clélia Albino Simpson, Francisca Patrícia Barreto de Carvalho, Cáthia Alessandra Varela Ataide, Ana Luisa Brandão de Carvalho Lira

Resumo


Objetivo: Analisar o conceito de alta em hanseníase.

Métodos: Estudo teórico pautado no referencial metodológico de análise de conceito. Realizou-se levantamento bibliográfico, de dezembro de 2015 a janeiro de 2016, nas bases SCOPUS, CINAHL, PUBMED, LILACS, SCIELO e BDENF, mediante uso dos descritores “Hanseníase” e “Alta do Paciente”, obtendo-se 13 estudos.

Resultados: Identificou-se alta por cura, alta medicamentosa, alta bacteriológica e pós-alta como possíveis usos do conceito. Os atributos definidos foram conclusão da poliquimioterapia, conclusão da poliquimioterapia para paucibacilares, conclusão da poliquimioterapia para multibacilares e cura da hanseníase. Como antecedentes, identificou-se infecção pelo M. leprae, acometimento de pele e de nervos periféricos, diagnóstico e tratamento e reações hansênicas. Saída do registro ativo de casos de hanseníase e continuidade de atenção em saúde foram os consequentes. Apresentou-se um caso modelo e um caso contrário.

Conclusões: A análise ampliou o conceito “alta em hanseníase”, para além da clínica focada na poliquimioterapia.

Palavras-chave: Hanseníase. Alta do paciente. Formação de conceito. Enfermagem. 


Palavras-chave


Hanseníase. Alta do paciente. Formação de conceito. Enfermagem.

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447