Autismo infantil: impacto do diagnóstico e repercussões nas relações familiares

Rayssa Naftaly Muniz Pinto, Isolda Maria Barros Torquato, Neusa Collet Collet, Altamira Pereira da Silva Reichert, Vinicius Lino de Souza Neto, Alynne Mendonça Saraiva

Resumo


Objetivo: Analisar o contexto da revelação do diagnóstico do autismo e o impacto deste nas relações familiares.
Métodos: Trata-se de um estudo qualitativo, realizado com 10 familiares de crianças autistas, assistidas no Centro de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil em um município da Paraíba. A coleta ocorreu entre julho e agosto de 2013 por meio de entrevista semiestruturada cujos dados foram interpretados pela análise de conteúdo na modalidade temática.
Resultados: Identificou-se uma Unidade Temática Central com respectivas categorias: o impacto da revelação do diagnóstico de autismo para a família; características da revelação do diagnóstico: o local, o tempo e a relação dialógica entre o profissional e a família; alteração nas relações familiares e a sobrecarga materna no cuidado à criança autista.
Conclusões: Há necessidade do profissional de saúde que noticiará o autismo saber preparar melhor a família para enfrentar as dificuldades impostas pela síndrome e para conquistar a autonomia no cuidado ao autista.
Palavras-chave: Transtorno autístico. Diagnóstico. Relações familiares.


Palavras-chave


Transtorno autístico. Diagnóstico. Relações familiares.

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447