Percepção de profissionais de enfermagem acerca de segurança do paciente em unidades de terapia intensiva

Theo Duarte da Costa, Pétala Tuani Candido de Oliveira Salvador, Cláudia Cristiane Filgueira Martins Rodrigues, Kisna Yasmin Andrade Alves, Francis Solange Vieira Tourinho, Viviane Euzébia Pereira Santos

Resumo


Objetivo: Compreender a percepção dos profissionais de enfermagem de unidades de terapia intensiva gerais de hospitais públicos acerca da segurança do paciente.
Métodos: Trata-se de estudo de natureza descritiva, com abordagem qualitativa. Participaram 80 profissionais de enfermagem que desenvolviam atividades assistenciais em unidades de terapia intensiva gerais do nordeste do Brasil. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas semiestruturadas, no período de maio a junho de 2014. O conteúdo textual foi submetido à análise textual lexicográfica, e a análise dos dados foi realizada a partir de literatura pertinente.
Resultados: Quatro classes foram analisadas: necessidades de mudança; ações diante do evento adverso; concepções sobre cuidado seguro; e ações que integram o cuidado seguro. Revelou-se que a segurança do paciente é uma consequência da cultura adotada pelos profissionais.
Conclusões: Os profissionais compreenderam a segurança do paciente como um conjunto de estratégias que minimiza os riscos de eventos adversos.
Palavras-chave: Segurança do paciente. Cuidados críticos. Enfermagem.


Palavras-chave


Segurança do paciente; Terapia intensiva; Enfermagem

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447