Qualidade assistencial em aleitamento materno: implantação do indicador de trauma mamilar

Michelli Oliveira Vani Cirico, Gilcéria Tochika Shimoda, Rebeca Nunes Guedes de Oliveira

Resumo


Objetivo: Avaliar a adequação do instrumento Indicador de Trauma Mamilar, implantado no Alojamento Conjunto de um Hospital Universitário, como indicador de qualidade assistencial.
Método: Estudo exploratório-descritivo, retrospectivo, com análise do instrumento Indicador de Trauma Mamilar de 1.691 puérperas, admitidas na unidade de Alojamento Conjunto no período de junho a novembro de 2012. Os dados foram apresentados em forma de frequências absolutas e percentuais, sendo aplicados testes de associação.
Resultados: A média de índice de trauma mamilar foi de 55,5%, o trauma mais frequente, a escoriação (62,2%), sendo a principal causa a pega inadequada do recém-nascido (44%). Apresentam-se também os fatores maternos e neonatais que se associaram ao trauma mamilar.
Conclusão: O Indicador de Trauma Mamilar retrata a assistência prestada em aleitamento materno mostrando-se como uma importante ferramenta para a construção desse indicador de qualidade.
Palavras-chaves: Aleitamento materno. Mamilos. Ferimentos e lesões. Indicadores de qualidade em assistência à saúde.


Palavras-chave


Aleitamento Materno; Mamilos; Ferimentos e Lesões; Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde.

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447