Concepções do portador de leucemia mielóide aguda frente à fadiga

Maria Isabel Pinto Coelho Gorini, Cristina Costa Silveira

Resumo


Trata-se de um estudo que objetivou conhecer as concepções do paciente portador de Leucemia Mielóide Aguda (LMA) frente aos sintomas da fadiga e suas repercussões no seu cotidiano bem como as ações realizadas para minimizar a fadiga. É um estudo exploratório descritivo de cunho qualitativo e realizado com pacientes hospitalizados. Foram entrevistados 8 sujeitos adultos com o diagnóstico de LMA. Os dados foram analisados conforme a técnica de análise de conteúdo. Com os resultados encontrados, elaborou-se três categorias: Concepções em relação à fadiga, Mudança no estilo de vida e Ações realizadas para minimizar a fadiga. Concluimos que é possível identificar a dimensão da fadiga no cotidiano desses pacientes e otimizar medidas para minimizar esse sintoma. Recomendamos que sejam desenvolvidos outros estudos nessa área a fim de melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Palavras-chave


Fadiga; Enfermagem; Leucemia Mielóide Aguda

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447