Usuários hipertensos na atenção primária à saúde: acesso, vínculo e acolhimento à demanda espontânea

Ana Lívia Araújo Girão, Consuelo Helena Aires de Freitas

Resumo


Objetivo: Avaliar os impactos da inserção do acolhimento à demanda espontânea no tratamento de usuários hipertensos na atenção primária de saúde.
Métodos: Pesquisa de avaliação de terceira geração qualitativa, realizada junto a 16 trabalhadores de uma Unidade de Atenção Primária de Saúde (UAPS) da cidade de Fortaleza-CE, no período entre julho e setembro de 2015. Para a coleta de dados, foram utilizadas observação sistemática de campo e entrevistas semiestruturadas e, para a análise, adotaram-se as etapas da análise de conteúdo temática.
Resultados: Os participantes revelaram que o acesso, vínculo e acolhimento são fundamentais para o tratamento da hipertensão, entretanto afirmaram que a introdução do livre acesso à demanda espontânea comprometeu o fluxo de atendimento dos programas de hipertensão.
Conclusão: Foi evidenciada uma dicotomia entre a prática do acolhimento preconizada pelas políticas de saúde e a existente na realidade da UAPS, acarretando prejuízo ao cuidado do hipertenso na atenção primária.
Palavras-chave: Atenção primária à saúde. Hipertensão. Acolhimento.


Palavras-chave


Atenção Primária à Saúde; Acolhimento; Hipertensão

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447