Oxigenoterapia hiperbárica para tratamento de feridas

Sabrina Meireles Andrade, Isabel Cristina Ramos Vieira Santos

Resumo


Objetivo: Descrever os tipos mais frequentes de feridas com indicação para terapia por oxigênio hiperbárico e os resultados obtidos.
Método: Estudo transversal, realizado em um Centro Hiperbárico localizado na cidade de Salvador, Bahia. Os prontuários de 200 pacientes tratados com oxigênio hiperbárico foram revisados, no período de janeiro a novembro de 2013, analisando-se as variáveis da pessoa, clínicas, indicação, número de sessões e cicatrização da ferida, através de estatística descritiva e teste de associação Qui-quadrado de Pearson com correção de Yates, adotando-se um nível de 5%.
Resultados: As feridas mais frequentemente encontradas como indicação para terapia por oxigênio hiperbárico foram: úlcera venosa, lesão traumática e pé diabético. Os pacientes com feridas crônicas realizaram um menor número de sessões (61,1%) e tiveram suas feridas cicatrizadas ou reduzidas (62,0%) quando comparados com aqueles com feridas agudas.
Conclusão: A terapia por oxigênio hiperbárico é um tratamento efetivo para pacientes com feridas crônicas.
Palavras-chave: Cicatrização. Oxigenação hiperbárica. Cuidados de enfermagem.


Palavras-chave


CICATRIZAÇÃO;OXIGENOTERAPIA HIPERBÁRICA;FERIDAS

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447