Análise normativa sobre a voz da criança na legislação brasileira de proteção à infância

Renata de Moura Bubadué, Ivone Evangelista Cabral, Franco Angelo Carnevale, Felipe Dutra Asensi

Resumo


Objetivo: Identificar e analisar, no discurso normativo de proteção à infância no Brasil, marcas das vozes da criança na tomada de decisão sobre seus cuidados em saúde.
Método: Análise normativa da legislação de proteção à infância no Brasil (1988-2012), operacionalizada pela análise de conteúdo de nove textos, no ano de 2015.
Resultados: A legislação destaca a voz da criança no processo decisório, tanto na pesquisa como nos cuidados em saúde. O reconhecimento do direito a dignidade e liberdade, informação e proteção depende do julgamento do adulto sobre a capacidade de discernimento da criança e se a situação a isenta de danos para si mesma.
Conclusões: O discurso normativo de proteção à infância confere voz à criança, mas com restrição e sob a tutela do adulto.
Palavras-chave: Criança. Defesa da criança e do adolescente. Participação do paciente. Tomada de decisões.


Palavras-chave


Criança; Defesa da Criança e Adolescente; Participação do Paciente; Tomada de Decisão

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447