Vivência de mulheres sobre contracepção na perspectiva de gênero

Thalyta Francisca Rodrigues de Medeiros, Sheila Milena Pessoa dos Santos, Alana Gonçalves Xavier, Roberta Lima Gonçalves, Saulo Rios Mariz, Fernanda Laísy Pereira de Sousa

Resumo


Objetivo: Analisar a vivência de mulheres quanto a contracepção na perspectiva de gênero.
Métodos: Estudo qualitativo e exploratório-descritivo. Realizado em três unidades básicas de saúde, na cidade de Lagoa Seca-PB, com 15 mulheres entrevistadas entre janeiro e maio de 2013. Para tratamento dos dados, foi utilizada a técnica de análise de conteúdo temática.
Resultados: A partir da análise emergiu a categoria central ‘escolhas contraceptivas femininas e sua relação com a dinâmica de gênero’ e a partir dela, emergiram as subcategorias ‘construção desigual das identidades de gênero na infância e adolescência’; ‘desdobramento da dinâmica de gênero na (contra)concepção na adolescência’ e ‘medicalização do corpo feminino’.
Conclusões: Observou-se que a vivência em contracepção guarda relação com a dinâmica de gênero, tendo como desdobramento a gravidez na adolescência e a medicalização do corpo.
Palavras-chave: Saúde da mulher. Saúde sexual e reprodutiva. Anticoncepção. Gênero e saúde.


Palavras-chave


Saúde da Mulher; Saúde sexual e reprodutiva; Gênero e Saúde.

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447