Cuidar mulheres em situação de violência: empoderamento da enfermagem em busca de equidade de gênero

Laura Ferreira Cortes, Stela Maris de Mello Padoin, Letícia Becker Vieira, Maria Celeste Landerdahl, Jaqueline Arboit

Resumo


Objetivos: Conhecer as ações de cuidar de mulheres em situação de violência por enfermeiras em serviços de urgência e emergência e analisar as ações que busquem o empoderamento de mulheres para a equidade de gênero.
Métodos: Estudo qualitativo, descritivo, realizado mediante entrevistas com 10 enfermeiras trabalhadoras do Centro Obstétrico e Pronto Socorro de um Hospital Universitário do Sul do Brasil e Pronto Atendimento Municipal, de janeiro a abril de 2013. Realizou-se Análise de Conteúdo Temática, adotando-se gênero como categoria analítica.
Resultados: Elementos do cuidado clínico: remetem-se aos procedimentos e técnicas de enfermagem. Elementos de cuidado não clínico: remetem-se a conversa, escuta e orientação às mulheres e familiares.
Conclusões: Desvelar tais ações torna-se relevante a fim de qualificar a assistência de enfermagem junto aos demais profissionais de saúde e os serviços de atenção às mulheres em situação de violência.
Palavras-chave: Violência contra a mulher. Gênero e saúde. Identidade de gênero. Assistência à saúde. Enfermagem. Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.


Palavras-chave


Violência contra a Mulher; Gênero e Saúde; Assistência à Saúde; Enfermagem

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447