Seguimento do bebê na atenção básica: interface com a terceira etapa do método canguru

Luana Cláudia dos Passos Aires, Evanguelia Kotzias Atherino dos Santos, Roberta Costa, Márcia Borck, Zaira Aparecida de Oliveira Custódio

Resumo


Objetivo: Conhecer as percepções dos profissionais de saúde da Atenção Básica sobre o seguimento do bebê pré-termo e/ou de baixo peso e sua família e a interface com a terceira etapa do Método Canguru.
Método: Pesquisa exploratório-descritiva, com abordagem qualitativa, realizada nas Unidades Básicas de Saúde do município de Joinville, Santa Catarina. Os dados foram coletados no período de setembro a outubro de 2014 através de entrevistas semiestruturadas com 31 profissionais de saúde. Para o tratamento dos dados, utilizou-se a técnica de Análise de Conteúdo, modalidade temática.
Resultados: Emergiram as categorias: Organização do seguimento na Atenção Básica; O enigmático bebê pré-termo e/ou de baixo peso e sua puericultura na Atenção Básica; As interfaces da terceira etapa do Método Canguru com a Atenção Básica.
Conclusão: A participação da Atenção Básica no Método Canguru ainda é tímida, o cuidado prestado ao bebê pré-termo é permeado de insegurança e ainda focado no modelo biomédico.
Palavras-chave: Cuidado da criança. Atenção primária à saúde. Método canguru. Prematuro. Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.


Palavras-chave


Cuidado da Criança. Atenção Primária à Saúde. Método canguru. Prematuro.

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447