Situações de violência contra travestis e transexuais em um município do nordeste brasileiro

Glauber Weder dos Santos Silva, Emanoel Fhilipe Leite Souza, Romeika Carla Ferreira de Sena, Izabella Bezerra de Lima Moura, Maura Vanessa Silva Sobreira, Francisco Arnoldo Nunes de Miranda

Resumo


Objetivo: Analisar a partir do perfil sociodemográfico as situações de violência contra travestis e transexuais.
Método: Pesquisa transversal, descritiva, composta por 16 travestis e transexuais, realizada em Cajazeiras (PB). A coleta de dados ocorreu em abril de 2014 e os mesmos foram analisados de forma descritiva.
Resultados: A tipologia das violências que vitimaram travestis e transexuais foram: verbal (91,96%), psicológica (58,33%) e física (33,33%), com frequência entre 24 horas e seis meses anteriores à pesquisa. Quanto à espacialidade: a rua, a escola e os serviços de saúde confi guraram os cenários das agressões. No que diz respeito ao agente agressor, os achados apontaram para vizinhos, membros da família e profissionais de saúde. Todas as formas indistintamente aconteceram entre os agentes e espaços da agressão.
Conclusões: Na violência efetuada nesta população, acentuou-se o silenciamento das agressões sofridas e sua invisibilidade no contexto social e institucional reflete a inibição dos direitos humanos e ocultamento da realidade.
Palavras-chave: Pessoas transgênero. Violência. Vulnerabilidade social.

 


Palavras-chave


Pessoas transgênero; Violência; Vulnerabilidade social

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447