Atuação da enfermagem na atenção a uma condição crônica (tuberculose): análise de fontes secundárias

Maria Eugenia Firmino Brunello, Maria Fernanda Simiele-Beck, Nathalia Halax Orfão, Anneliese Domingues Wysocki, Gabriela Tavares Magnabosco, Rubia Laine De Paula Andrade, Aline Aparecida Monroe, Aline Ale Beraldo, Tereza Cristina Scatena Villa

Resumo


Objetivo: Analisar a atuação da enfermagem no tratamento da tuberculose a partir de registros de dados secundários.
Método: Estudo descritivo do tipo levantamento retrospectivo, realizado em Ribeirão Preto-SP, de agosto a dezembro de 2013. Utilizaram-se dados de 109 prontuários eletrônicos e clínicos e o sistema de notificação da tuberculose do Estado de São Paulo para residentes no município, acompanhados nos ambulatórios de referência. Utilizaram-se técnicas de estatística descritiva.
Resultados: A mediana de 46,0 (IQ: 17,0-96,0) atendimentos ao longo do tratamento mostra a proximidade do paciente com o serviço de saúde e os profissionais. Destes, os principais responsáveis pelo acompanhamento foram os auxiliares de enfermagem (99,1%) que realizam a Visita Domiciliar (71,5%) para doentes sob regime de supervisão (75,2%).
Conclusão: As ações desenvolvidas junto aos pacientes eram majoritariamente centradas na equipe de enfermagem, tornando perceptível a importância desta categoria para o alcance dos indicadores relacionados aos Objetivos do Milênio para tuberculose.
Palavras-chave: Tuberculose. Enfermagem. Avaliação de serviços de saúde. Doença crônica. Objetivos de Desenvolvimento do Milênio.


Palavras-chave


Tuberculose; Enfermagem; Avaliação de Serviços de Saúde; Condições Crônicas

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447