Adesão ao regime terapêutico medicamentoso e aspetos biopsicossociais dos idosos integrados em cuidados continuados domiciliários

Lígia Eduarda Monterroso, Natércia Joaquim, Luís Sá

Resumo


Objetivo: Avaliar a associação entre os aspetos biopsicossociais e a adesão ao regime terapêutico medicamentoso dos idosos integrados nas equipas de cuidados continuados domiciliários.Métodos: Estudo transversal, quantitativo; amostra constituída por 198 idosos; as entrevistasdecorreram entre Maio 2012 e Maio 2013, em Portugal. Para caraterização terapêutica fez-se a coleta de dados recorrendo a dois questionários e uma entrevista. Análise dos dados, feita pelo programa Statistical Package for Social Sciences versão 20.0. Utilizou-se a estatística descritiva para apresentação dos resultados e o teste qui-quadrado para avaliar a associação entre variáveis. Resultados: Verifica-se que 49% dos idosos não adere ao regime terapêutico medicamentoso e que o nível de adesão apresentou associação estatisticamente significativa com estado de nutrição (p=0,002), autonomia instrumental (p=0,030) e isolamento social (p=0,046). Conclusões: Conhecendo a multiplicidade de aspetos envolvidos na adesão, sugere-se que os mesmos sejam considerados nas intervenções de enfermagem promotoras de medidas de controlo da terapêutica. Palavras-chave: Adesão à medicação. Idoso. Enfermagem domiciliar.


Palavras-chave


Adesão à medicação; Idoso; Enfermagem domiciliar

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447