Insulina intravenosa: controvérsias sobre o processo de adsorção nos dispositivos de infusão

Suziane De Almeida Lima, Renata Luciane Fioratti Andreoli, Sonia Aurora Alves Grossi, Silvia Regina Secoli

Resumo


A adsorção de insulina é um fenômeno de superfície inespecífico que interfere na demanda de insulina ao paciente.
Esta revisão bibliográfica objetivou identificar os agentes causais da adsorção de insulina em soluções intravenosas
e verificar as estratégias utilizadas para reduzir a adsorção. Utilizaram-se artigos selecionados nas bases de dados Medical Literature and Retrieval System On Line (MEDLINE), Literatura Latino-Americano e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS), Cumulative Index to Nursing & Allied Health Literature (CINAHL) e no portal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) publicados entre 1960-2005. Os frascos de polipropileno e os equipos sem filtro apresentaram menor adsorção; o processo de adsorção foi máximo na infusão dos primeiros 100 ml da solução. A pré-exposição do equipo com 50-100 ml da solução por um período de 30-60 minutos, o uso de frascos de superfície interna menor e equipos curtos foram estratégias utilizadas para minimizar a adsorção da insulina.

Palavras-chave


Soluções farmacêuticas; Enfermagem; Insulina.

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447