Atitudes profissionais para cultura de segurança do paciente em unidade de transplante de medula óssea

Vivian Costa Fermo, Vera Radünz, Luciana Martins da Rosa, Monique Mendes Marinho

Resumo


Objetivo: Identifi car as atitudes dos profissionais da saúde que evidenciem a cultura de segurança do paciente em unidade de Transplante de Medula Óssea.
Métodos: Estudo quantitativo, survey transversal, realizado em unidade de Transplante de Medula Óssea de Santa Catarina/Brasil. Aplicado Questionário de Atitudes de Segurança com 33 profissionais, em agosto e setembo de 2013. Avaliadas 37 atitudes contempladas entre as seis dimensões que avaliam a cultura de segurança do paciente. Utilizou-se a estatística descritiva e inferencial, com realização dos testes Anova e Kruskall-Wallis, sendo considerado significativo p-valor igual ou menor 0,05.
Resultados: As atitudes referentes a dimensão “satisfação no trabalho” se mostraram positivas para a cultura de segurança do paciente, sendo que houve diferença significava entre os profissionais nesta dimensão (p-valor de 0,05). As demais dimensões não foram avaliadas positivamente.
Conclusão: É necessário fortalecer as atitudes dos profissionais para a cultura de segurança do paciente na unidade investigada.
Palavras-chave: Cultura organizacional. Segurança do paciente. Transplante de medula óssea.


Palavras-chave


Cuidado; Cultura; Segurança do Paciente; Transplante de Medula Óssea

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447