Repercussões sociais vivenciadas pela pessoa idosa com úlcera venosa

Aline Cristiane de Sousa Azevedo Aguiar, Dora Sadigursky, Lucas Amaral Martins, Tânia Maria de Oliva Menezes, Alana Libânia de Souza Santos, Luana Araújo dos Reis

Resumo


Objetivo: conhecer as repercussões sociais vivenciadas pela pessoa idosa acometida por úlceras venosas.
Metodologia: estudo descritivo-exploratório, de abordagem qualitativa, realizado no ano de 2012 com oito idosos em uma Clínica de Fisioterapia no interior da Bahia. As informações foram coletadas por meio de uma entrevista semiestruturada e analisadas através da técnica de análise de conteúdo temática de Bardin.
Resultados: apontaram que os idosos acometidos por úlcera venosa se tornaram vítimas de preconceito, discriminação e vivenciaram em seu cotidiano o constrangimento e a vergonha social, por apresentar em seu corpo algo que os tornam diferentes das outras pessoas.
Considerações finais: a presença da ferida crônica repercute em questões sociais, bem como se relaciona a um processo de sofrimento humano. Assim, lidar com pessoas idosas com úlceras venosas requer dos enfermeiros, além de competência técnica-científica, um cuidado sensível e pautado na integralidade.
Palavras chave: Úlcera varicosa. Idoso. Estigma social. Enfermagem.


Palavras-chave


Úlcera Varicosa; Idoso; Estigma Social; Enfermagem

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447