Qualidade de vida de estudantes de graduação em enfermagem

Ionara Holanda de Moura, Roseanne de Sousa Nobre, Ramiro Marx Alvez Cortez, Viriato Campelo, Suyanne Freire de Macêdo, Ana Roberta Vilarouca da Silva

Resumo


Objetivo: Analisar a Qualidade de Vida (QV) de estudantes de graduação em Enfermagem.
Métodos: Estudo descritivo e transversal realizado com 206 estudantes, em julho de 2013, no município de Picos (PI). Para tanto, utilizou-se um formulário e o questionário WHOQOL-bref. Os testes de Mann-Whitney e de Kruskal-Wallis foram utilizados na análise dos dados, com nível de significância de 5%.
Resultados: Os domínios com melhor avaliação média foram o Físico (69,4) e o das Relações Sociais (74,3); já os piores foram o Psicológico (68,5) e o Ambiente (54,2). Na avaliação global, a média foi de 66,6+10,8. Houve significância estatística ao cruzar QV com o número de filhos (p=0,029). Logo, os estudantes sem filhos obtiveram melhor desempenho.
Conclusão: Estes resultados permitem a detecção precoce das dificuldades vivenciadas pelos estudantes de Enfermagem e podem cooperar com o delineamento de estratégias que beneficiem a busca por soluções para os conflitos que incidem na QV.
Palavras-chave: Qualidade de vida. Estudantes de enfermagem. Avaliação em saúde.


Palavras-chave


Qualidade de vida; Estudantes; Enfermagem

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447