Profissional da saúde frente a situação de ter um familiar em cuidados paliativos por câncer

Aline Blaas Schiavon, Rosani Manfrin Muniz, Norlai Alves de Azevedo, Isabel Cristina Oliveira Arrieira, Michele Rodrigues Matos, Daniela Habekost Cardoso

Resumo


Objetivo: conhecer a vivência do profissional de saúde na situação de ter um familiar em cuidados paliativos por câncer.
Metodologia: Qualitativa, desenvolvido com quatro familiares de pacientes oncológicos em cuidados paliativos, por meio de entrevistas semiestruturadas, no período de novembro a dezembro de 2014, no domicílio dos participantes. Para a análise dos dados foi utilizada a proposta operativa de Minayo.
Resultados: surgiram duas temáticas, Profissional da saúde e ser familiar frente ao diagnóstico de câncer e Profissional da saúde e Ser familiar no confronto com a proximidade com a morte.
Conclusões: Ser familiar na condição de profissional de saúde demandou maior comprometimento no cuidado, tornando-os angustiados por terem que lidar com seus sentimentos de ver seu familiar em sofrimento pela doença e terminalidade, ao mesmo tempo em que seus conhecimentos profissionais contribuíram na tomada de decisões durante este processo.
Palavras-chave: Cuidados paliativos. Oncologia. Família.


Palavras-chave


cuidados paliativos; oncologia; família;

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447