Percepções da família do recém–nascido hospitalizado sobre a comunicação de más notícias

Eliana Moreira Pinheiro, Flávia Sinphronio Balbino, Maria Magda Ferreira Gomes Balieiro, Edvane B. L. De Domenico, Marta José Avena

Resumo


A má notícia é qualquer informação que afeta a percepção do indivíduo sobre si mesmo e o seu futuro. O objetivo foi descrever como a família percebe a comunicação da má notícia dada pela equipe de saúde sobre o recém-nascido hospitalizado. Estudo descritivo qualitativo, realizado em um hospital universitário, com famílias de recém-nascidos internados na UTI neonatal. Os dados foram analisados segundo Bardin. As categorias emergidas foram: o conteúdo da má notícia; a forma que a notícia foi transmitida; as atitudes dos profissionais para transmissão da mensagem; e o uso de estratégias de comunicação da má notícia pelos profissionais. O resultado aponta para o desenvolvimento de uma prática da equipe de saúde que incorpore a família nas suas intervenções, fazendo uso de uma comunicação que possibilite uma relação simétrica entre família e profissional.

Palavras-chave


Família, comunicación, unidade de terapia intensiva neonatal

Texto completo:

PDF


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447