Desigualdades socioeconômicas e regionais na cobertura de exames citopatológicos do colo do útero

Silvia Troyahn Manica, Maria de Lourdes Drachler, Alcindo Antônio Ferla, Luciana Barcellos Teixeira, Helga Geremias Gouveia, Fernando Anschau, Dora Lucia Leidens Correa de Oliveira

Resumo


Objetivos: Identificar desigualdades socioeconômicas e regionais na cobertura de exames citopatológicos do colo do útero no Rio Grande do Sul.
Métodos: Estudo ecológico utilizou dados dos sistemas de informação em saúde de 2011-2012 para estimar coberturas anuais de exames para todas as mulheres residentes e para as não beneficiárias de planos privados de saúde. Desigualdades na cobertura foram estimadas conforme o Índice de Vulnerabilidade Social Municipal, macrorregiões e regiões de saúde.
Resultados: A prevalência de mulheres não beneficiarias de planos privados de saúde variou de 38,1% a 94,2% entre regiões de saúde. A cobertura estadual foi 17,3% para todas as residentes e 23,8% para as não beneficiárias de planos privados. As maiores coberturas ocorreram nos municípios em maior vulnerabilidade social e nas regiões com maior prevalência de planos privados.
Conclusões: A prevalência de planos privados de saúde deve ser considerada em estudos da cobertura de serviços pelo Sistema Único de Saúde.
Palavras-chave: Desigualdades em saúde. Prevenção de câncer de colo uterino. Cobertura de serviços públicos de saúde.


Palavras-chave


Desigualdades em Saúde; Prevenção de Câncer de Colo Uterino; Cobertura de Serviços Públicos de Saúde.

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447