Longitudinalidade do cuidado à criança na Estratégia Saúde da Família

Elenice Maria Cecchetti Vaz, Rafaella Karolina Bezerra Pedrosa Magalhães, Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira Toso, Altamira Pereira da Silva Reichert, Neusa Collet

Resumo


Objetivo: Avaliar o atributo longitudinalidade no cuidado à criança na Estratégia Saúde da Família.
Método: Pesquisa quantitativa realizada com 344 cuidadores de crianças menores de 10 anos, cadastrados na estratégia de saúde da família do Distrito Sanitário III de João Pessoa, Paraíba. Os dados foram coletados no período de julho a dezembro de 2012, a partir do formulário PCATool-Brasil versão criança, e analisados por estatística descritiva.
Resultados: Entre os aspectos avaliados, destaca-se que 89,5% dos cuidadores afirmaram ser atendidos pelos mesmos profissionais nas consultas e 81,9% se sentem bem ao conversar com o profissional. O escore médio para o componente longitudinalidade foi satisfatório, com valor 6,6.
Conclusão: As unidades de saúde avaliadas estão orientadas para o atributo da longitudinalidade, entretanto, o escore médio atingido ficou exatamente no valor de corte, implicando a necessidade de um olhar atencioso para o aprimoramento do atributo na atenção
à criança menor de dez anos.
Palavras-chave: Atenção primária à saúde. Criança. Saúde da família.


Palavras-chave


Atenção primária à saúde. Criança. Saúde da família.

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447