O lúdico como estratégia no cuidado à criança com câncer

Kálya Yasmine Nunes de Lima, Viviane Euzébia Pereira Santos

Resumo


Objetivos: Compreender a influência do lúdico para o processo de cuidar, na percepção de crianças com câncer.
Método: Estudo qualitativo, exploratório descritivo, realizado em um setor de oncopediatria em Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. Os dados foram coletados entre os meses de outubro de 2013 e janeiro de 2014, por meio de registros fotográficos e entrevista semiestruturada, com oito crianças, e analisados conforme a Análise de Conteúdo, destacando-se duas categorias de discussão: Os instrumentos auxiliares na ludicidade; e A influência do lúdico no processo de cuidar.
Resultados: As atividades lúdicas envolvem o assistir à televisão, o uso de computadores, os jogos e os brinquedos, a realização de desenhos, a brinquedoteca e o palhaço, os quais proporcionam diversão, sentimentos de alegria, distração e interação com outras pessoas.
Conclusão: Existem diversas atividades, no hospital, entendidas como lúdicas, todas as quais, para a criança, proporcionam benefícios para o seu processo de cuidar.


Palavras-chave


Ludoterapia; Enfermagem oncológica; Criança hospitalizada.

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447