Indicadores pré-hospitalares na avaliação da qualidade da assistência ao paciente com síndrome coronariana aguda

Gláucia de Souza Omori Maier, Mara Solange Gomes Dellaroza, Eleine Aparecida Penha Martins

Resumo


Objetivo: avaliar os indicadores de qualidade relativos ao tempo de atendimento pré-hospitalar a pacientes com síndrome coronariana aguda.
Método: a coleta ocorreu num hospital terciário do Paraná entre 2012 e 2013, por entrevista e análise de prontuário. Participaram 94 pacientes, sendo 52,1% homens, 78,7% com idade superior a 50 anos, 46,9% estudaram até a quarta série, 60,6% com diagnóstico de infarto agudo do miocárdio.
Resultados: os desfechos foram tempo entre o início dos sintomas e decisão de procurar ajuda com média de 1022 min. ± 343,13, tempo porta-porta de 805 min. ±181,78; e reperfusão, 455 min ± 364,8. A procura pelo serviço em até 60 min. ocorreu em pacientes com infarto, e superior a 60 min., naqueles com história de infarto ou cateterismo prévio.
Conclusão: Conclui-se que os indicadores pré-hospitalares estudados interferiram na qualidade da assistência.
Palavras-chave: Indicadores de qualidade em assistência à saúde. Síndrome coronariana aguda. Tempo para o tratamento.


Palavras-chave


Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde, Síndrome Coronariana Aguda, Tempo para o Tratamento

Texto completo:

Português English


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447