A dor aguda na perspectiva de pacientes vítimas de trauma leve atendidos em unidade emergencial

Andrea Regina Martin, Jamyle Rubio Soares, Viviane Cazetta de Lima Vieira, Sonia Silva Marcon, Mayckel da Silva Barreto

Resumo


Objetivo: conhecer os fatores que influenciam a percepção da dor aguda e as consequências
dessa experiência em pacientes vítimas de trauma leve.
Método: Estudo descritivo de abordagem qualitativa realizado em um serviço de pronto
atendimento no Sul do Brasil. Os dados foram coletados em outubro de 2013, por meio de
entrevistas semiestruturadas, com 29 indivíduos que relataram dor após trauma físico,
independente do fator desencadeador. Para o tratamento dos dados utilizou-se a técnica de
Análise de Conteúdo, modalidade temática.
Resultados: Emergiram duas categorias: fatores que influenciam a percepção da dor
decorrente de trauma e consequências da dor aguda decorrente de trauma. A sensação
dolorosa aguda foi influenciada por fatores biológicos, emocionais, espirituais e socioculturais
e acarretou consequências biológicas e emocionais nos indivíduos. Conclusão: Os profissionais de saúde precisam considerar os fatores interferentes na sensação dolorosa e suas consequências para a adequada avaliação e manejo da dor decorrente do trauma.


Palavras-chave


Dor aguda; Percepção da dor; Ferimentos e lesões; Serviços médicos de emergência; Cuidados de enfermagem.

Texto completo:

PORTUGUÊS ENGLISH


ATENÇÃO: AS SUBMISSÕES PARA A RGE DEVEM SER REALIZADAS NO SEGUINTE ENDEREÇO:

https://mc04.manuscriptcentral.com/rgenf-scielo

 
              

 SCImago Journal & Country Rank

 

ISSN 0102-6933 E-ISSN 1983-1447